Chip projetado pela DH von Braun inova o Sistema Tributário

Desenvolvido pela Design House do Centro de Pesquisas Avançadas Wernher von Braun, um chip que integra o sistema de identificação, rastreamento e autenticação de mercadorias, o Brasil-ID, promete revolucionar o conceito atual de fiscalização da Receita Federal, com base na Identificação por Radiofrequência (RFID). Podendo ser implantado no próprio produto, em sua embalagem, em documentos fiscais ou lacres eletrônicos, o microship permitirá a autenticação do produto, evitando falsificações e contrabando.

Além de ter desenvolvido integralmente o chip, em conjunto com o Encontro Nacional de Coordenadores e Administradores Tributários Estaduais (Encat), o von Braun também coordena o sistema, considerado como um dos mais modernos do mundo. A iniciativa, que partiu do governo federal em parceria com os estados, nasceu de um acordo de cooperação técnica entre os ministérios da Fazenda e das Ciências e Tecnologias e secretarias fazendárias estaduais, com o objetivo de estabelecer um controle sobre tudo o que é produzido e circula no Brasil.

Integrado a um cartão semelhante ao de crédito, o chip permitirá a substituição dos atuais documentos em papéis, otimizando tempo e custos envolvidos em logística, mapeando e integrando toda a cadeia de suprimentos de um determinado produto. Ainda em caráter experimental, a previsão é de que o sistema comece a ser utilizado por diversas cidades brasileiras ainda em março de 2013. No Rio Grande do Sul, o projeto-piloto será implantado no Posto Fiscal de Torres (BR-101) e Passo do Socorro, no município de Vacaria (BR-116).

Vinculado ao Programa CI-Brasil, uma iniciativa do Governo Federal para fomentar o setor de microeletrônica do país, o Centro von Braun foi criado há 15 anos, como uma instituição privada e sem-fins lucrativos. Atualmente conta com aproximadamente 70 pesquisadores e três unidades: duas em Campinas e uma em São Carlos. Como afirma o diretor da instituição, Dario Sassi Thober, uma de suas principais características é "atuar em projetos de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D), organizando cadeias produtivas que de fato sejam capazes de inserir produtos e soluções no mercado".

Fonte: Comunicação CI-Brasil - 14/12/21012

  Apoio